O QUE TÊM EM COMUM ENTRE A DISLEXIA E A DISCALCULIA?


A dificuldade de aprendizagem escolar é uma das principais demandas nos consultórios e clínicas de profissionais. Apesar de ser um “sinalizador” bem sensível de que há alguma coisa errada com a aprendizagem da criança, este tipo de demanda é pouco específica por não identificar qual a origem do problema, ou melhor dizendo, qual o mecanismo que justifica tal dificuldade.

Os problemas de aprendizagem podem ser explicados por questões de limitações cognitivas globais (deficiência intelectual), por problemas emocionais (ansiedade de desempenho), por práticas pedagógicas inadequadas ou ainda por questões específicas de aprendizagem escolar. Quando os problemas escolares são específicos e persistentes, eles são classificados como transtornos de aprendizagem. A palavra “específico” nos diz que não há presença de outros déficits que justificariam a dificuldade (cognitivos globais, sensoriais e educacionais). Já a palavra “persistente” nos remete a origem neurobiológica do problema e a perseveração das dificuldades mesmo em condições de estimulação adequada.

Ler na íntegra:

http://www.andislexia.org.br/dislexiaEDiscalculia.pdf


0 visualização

R. Piauí, 345, Sala 903 - Santa Efigênia, Belo Horizonte 

Dra. Andressa Antunes: (31) 98427-3487

Dra. Annelise Júlio-Costa: (31) 99890-5921

Dra. Nathália Falconi Cheib: (31)  98797-0599

 

Copyright 2019 Neuropsicoterapia| Todos os direitos reservados